sábado , 17 Fevereiro 2018
Home » Mídias » Esboço » A Tua Palavra é Luz

A Tua Palavra é Luz

A Tua Palavra é Luz Esboço_para_células (Arquivo)

Comunidade Batista da Paz – 14/01/2018 – marciozegarcia@gmail.com – 13 98151-8043 

Salmo 119.  105 – 112 – A Tua Palavra é Luz

INTRODUÇÃO

A Palavra de Deus é Luz – lâmpada que ilumina os passos e luz que clareia o caminho. Trata-se de uma metáfora. O salmista não diz que a Palavra é como a luzA Palavra de Deus é Lâmpada, é Luz, imprescindível para iluminar os caminhos de nossas vidas – os princípios que Deus compartilhou conosco são essenciais.

A Bíblia aponta para Cristo –  Ele é a Luz: Mateus 4.16; João 8. 12

O ambiente de escuridão foi apropriado para o salmista descrever a Palavra de Deus como lâmpada para iluminar os caminhos da vida. Em muitos momentos andamos em trevasnão estamos falando de trevas do pecado – são decisões que precisam ser tomadas – profissional ou no campo da saúde – ou uma escolha que pode colocar em risco a família – enfim, não estamos livres de caminhos escuros que precisam que a Palavra de Deus seja luz para as decisões importantes.

A Palavra de Deus também oferece o benefício de direcionar as decisões da rotina do dia a dia. Talvez muitos de nós poderiam desfrutar de paz e tranquilidade se não fossemos impulsivos, teimosos e se dessemos ouvidos aos princípios da Palavra de Deus.

A Tua Palavra é lâmpada que ilumina os meus passos e luz que clareia o meu caminho”.

Não largue a Palavra de Deus por nada, pois ela nos ajuda a lidar com a vida, ela é a luz nos ajuda nas decisões.

Qual a intensidade de relacionamento que podemos desenvolver com a Palavra de Deus?

 

  1. Precisamos crer e aceitar que a Palavra de Deus é luz para nossas vidas. V. 105

O primeiro passo é crer. Crer que os princípios estabelecidos na Palavra funcionam. Exemplo – em relação ao pecado, podemos confiar que “se confessarmos os pecados Ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados” 1 João 1.9; em relação à salvação, podemos crer que não depende de nós pela graça que somos salvos por meio da fé, isto não vem de nós, é dom (presente) de Deus para todo aquele que crê Efésios 2.8 – 9; em relação à certeza da salvação podemos crer: Jesus disse: “Eu lhes dou a vida eterna, e por isso nunca morrerão. Ninguém poderá arrancá-las da minha mão”. João 10.28. Em relação ao casamento, vida profissional e as necessidades vida, podemos crer e “entregar o caminho ao Senhor, confiar que Ele tudo fará”. Sl. 37.

Portanto, creiamos que o Senhor e a Sua Palavra é a nossa luz. Sl. 84.11.

  1. O Relacionamento com a Palavra de Deus precisa ter a intensidade de um juramento. V. 106.

O salmista está falando de um voto, de um compromisso sério em observar e obedecer a Palavra de Deus.

O compromisso com a Palavra de Deus é como os votos de casamento. Votos são movidos por amor “Quanto amo a tua Lei! Sobre ela reflito o dia inteiro.” v. 97. O Amor é a bases para a obediência à Bíblia.

O relacionamento com Palavra de Deus precisa ter a intensidade de uma aliança de amor e obediência. “Vocês são meus amigos se praticarem o que Eu mando”.  João 15.14.

  1. O Relacionamento com a Palavra de Deus precisa ser intenso em tempos de aflição e perigo. 107, 109 e 110.

Em tempos de aflições e perigos, tristeza ou medo, conte com a ação vivificadora v. 107. O servo de Deus não está isento de aflições, mas pode contar com a ação vivificadora do Espírito Santo que habita em seu coração.

Os VS. 109 – 110 Os perigos geram medo e necessidade de discernimento para as decisões.

Quem são estes inimigos? Pessoas que estão ao nosso redor e de alguma forma tem poder de influência; internet, “amigos” e situações adversas.

Qual era a intensidade de relacionamento com a Palavra de Deus que o fazia um vencedor?

  • Eu não me esqueço da tua Lei; V. 109
  • Eu não me desviei dos teus preceitos; 110. Veja I Pedro 5. 7 – 9

Um relacionamento intenso com a Palavra do Senhor proporciona vitória sobre as aflições internas e os perigos externos.

  1. O Relacionamento com a Palavra de Deus ter a intensidade de louvor e aprendizado. 108.

Nós temos um Deus que recebe louvor e adoração e também ensina os seus juízos. Mas preste atenção – Ensina-me os teus juízos, as tuas ordenanças, os teus mandamentos – significa que nem sempre o aprendizado será agradável. Ser ensinado, ter um aprendizado muitas vezes é dolorido.

É muito importante que nós desenvolvamos um relacionamento com Deus de Louvor e de Aprendizado, através da Bíblia.

  1. O Relacionamento com a Palavra de Deus precisa ter a intensidade de privilégio (herança) e compromisso. 111 – 112.

Através da Bíblia, temos uma grande herança: aprendemos sobre a bondade, a soberania, a misericórdia, o caráter de Deus, e seus atributos são ensinados, revelados e através do Espírito Santo, podemos aprender e viver o que Deus tem pra nós, porque Ele é a nossa Herança.

Por fim, a herança que é um privilégio requer responsabilidades! É necessário inclinar ou dispor o coração a obedecer para sempre e até o fim! V. 112.

Dispor todo o coração a obedecer a Palavra de Deus é algo que precisa acontecer entre você e Deus.

Concluindo: Nós como Igreja, contamos com a ação do Espírito Santo de Deus para que todos  considerem a Palavra de Deus como autoridade em nossas vidas.

About Marcos Vinicius de Souza

Além disso, verifique

Ordenação Pastoral

CULTO DE CONSAGRAÇÃO AO MINISTÉRIO PASTORAL – ALEXANDRE JOSÉ DA SILVA Sábado, 20/01, às 19h30 ...