quinta-feira , 14 dezembro 2017
Home » Slide » Aprofundando o Discipulado

Aprofundando o Discipulado

Então, é imprescindível que aprendamos a aprofundar o nível do discipulado entre nós e nossos discípulos, contudo sem cometer abusos contra eles. E creio que a melhor maneira de fazermos isto é pelo relacionamento, estreitamento e pelo testemunho que damos aos discípulos.

1 – Relacionamento mulheres-conversando

Alguns dicionários definem relacionamento com “ter comunhão, envolver-se com alguém ao ponto de compartilhar experiências , e é aprender com o outro”.

Então, relacionamento significa a ligação afetiva, seja profissional ou de amizade, entre pessoas que se unem com os mesmos objetivos e interesses. Todo tipo de relacionamento envolve convivência, comunicação e atitudes que devem se recíprocas. Um bom relacionamento se desenvolve quando há confiança, empatia, respeito e harmonia entre as pessoas envolvidas.

Por isso, quando uma das partes não desenvolve os atributos necessários para uma boa convivência, o relacionamento se torna difícil.

A forma como uma pessoa se relaciona com os outros, na vida pessoal ou profissional, faz parte do relacionamento interpessoal. O relacionamento interpessoal consiste na relação desenvolvida entre duas ou mais pessoas e na forma como se estabelece a comunicação entre elas.

Na vida espiritual, o relacionamento existe para aproximar o discípulo e seu discipulador até que se torne um vínculo íntimo. Relacionamento é o caminho pelo qual todos os cristãos genuínos devem andar. Esse é um princípio que devemos levar muito a sério, pois sem relacionamento jamais conheceremos nossos discípulos.

2 – Testemunho  

O apostolo Paulo disse: “Tornem-se meus imitadores como eu sou de Cristo” (I Co 11:1). Efésios 5:1 diz: “Portanto, sejam imitadores de Deus, como filhos amados”. A vida de Paulo e seu testemunho eram um exemplo para todos e podia ser imitada pelos cristãos porque ele era um imitador de Cristo.

Assim como Paulo devemos ter uma vida de transparência, ser um exemplo. Dessa forma, os discípulos não terão receio algum de se relacionar de maneira confiável. Lembre-se que palavras convencem, mas os testemunho arrasta multidões de pessoas.

Se não tivermos relacionamento, comunhão, intimidade não teremos sucesso como discipuladores.

 

Extraído do Livro “Prestação de contas no discipulado” – Elvis Oliveira e Marivaldo Rodrigues, Yesbooks Editora, 2015.

About Marcos Vinicius de Souza

Além disso, verifique

Eu Necessito da Tua Palavra

Salmos 89-96 – Esboço (Arquivo) Salmo 119.  89 – 96 – Eu Necessito da Tua Palavra  ...