quarta-feira , 24 Janeiro 2018
Home » Mídias » Esboço » Deus escreve em nossa história

Deus escreve em nossa história

jose-deus-escreve-em-nossa-historia-celulas

Comunidade Batista da Paz – 16/10/2016 – Esboço para Células – marciozegarcia@gmail.com

Volta do Acampamento das Crianças – “Tua História”.  Gênesis 45

Líder, Deixe os Membros da Célula participem . unidade3-1

INTRODUÇÃO

Deus escreve na história de nossas vidas. Pv. 15.3 “Os olhos do Senhor estão em toda parte, observando atentamente os maus e os bons”.  I Pd. 3.12 “Os olhos do Senhor estão sobre os justos e os seus ouvidos estão atentos à sua oração, mas o rosto do Senhor volta-se contra os que praticam o mal”. Penso que Deus tem uma porção maior de bondade, graça e misericórdia reservada aos que o temem e se propõe a obedecê-lo. Isto não impede que passemos por tempestades e por tempos duros nas histórias de nossas vidas.

A HISTÓRIA DE JOSÉ AJUDA A ENTENDER COMO DEUS ESCREVE NA NOSSA HISTÓRIA E COMO PODEMOS ESCREVER UMA HISTÓRIA COM DEUS.

A História de José em 04 minutos – Gn. 37 – 50

  • Na verdade, José do Egito era Hebreu, o 11º filho de Jacó.
  • Bonito, Inteligente e Temente a Deus.
  • Jacó, nunca escondeu sua predileção por José. Ele fez pra ele uma túnica que o destacava entre os 11 irmãos.
  • Tal atitude facilitou o ciúme entre seus irmãos. Eu disse FACILITOU.
  • Deus falava com José através de sonhos. Certa ocasião sonhou que o sol, a lua e 11 estrelas se curvariam diante dele. Interpretação: José iria governar sobre seus pais e seus irmãos. Jacó refletia sobre o assunto, mas o ciúme de seus irmãos aumentou.
  • Seus irmãos queriam matá-lo, mas resolveram vendê-lo como escravo a um grupo de mercadores Ismaelitas.
  • José foi revendido a Potifar, homem importante no Egito.
  • O Senhor estava com José e tudo que ele fazia prosperava – Potifar se deu bem porque Deus abençoava José.
  • A mulher de Potifar queria ter um caso com José – mas José se negou – “Ninguém nesta casa está acima de mim … como poderia eu cometer algo tão perverso e pecar contra Deus?” Gn. 39.9. Ela o agarrou, ele fugiu e foi acusado de tentativa de estupro.
  • Na prisão, O Senhor era favorável a José, e o carcereiro confiou tudo nas mãos de José.
  • Na prisão José interpretou dois sonhos – o sonho do padeiro e o sonho do copeiro. O padeiro foi executado e o copeiro voltou a servir o rei.
  • Dois anos depois, Faraó teve um sonho que ninguém interpretou. O Copeiro que servia o Rei, lembrou-se do tempo de prisão e falou a Faraó que José poderia interpretar o sonho.
  • José interpretou o sonho de faraó – O Egito iria ter 07 anos de muita fartura e depois 07 anos de muita fome.
  • Ai a história de José tomou outra direção – faraó o nomeou como governador.
  • José construiu celeiros por todo Egito, armazenou alimento durante os 07 anos de fartura.
  • 22 anos depois de ter sido vendido, quando o mundo ficou arrasado por causa da fome, aconteceu o reencontro de José com seus irmãos. A fome os levou para o Egito.

Deus escreve na história de nossas famílias e nos convida a escrever com Ele.

Em todo tempo, o Senhor estava com José. Em todo tempo o Senhor está com os seus “Não te deixarei e não te desampararei” Hb. 13.5.

No reencontro de José com os irmãos, alistamos algumas verdades importantes para as famílias:

  1. Deus escreve na nossa história e nos convida a escrever com Ele. V. 5 – 8

Precisamos reconhecer que Deus está agindo, Ele se faz presente e enxerga com clareza o que não podemos enxergar.

Ao ler as histórias bíblicas, é fácil! Basta virar as páginas e vemos os desfechos. Mas, as pessoas que viveram a história, não tinham como virar a página, precisavam esperar dias, meses e anos para ver o desdobramento. Aí entra a confiança.

            Você tem confiado que o Senhor está cuidando de você e da sua família?

            Você também não pode virar a página, assim como José precisamos confiar em Deus.  

 

  1. Mesmo tendo Deus escrevendo a história de nossas vidas, não estamos imunes ao sofrimento e a dor. 2.

Imagine que passou um filme nos olhos de José – o ciúme dos irmãos, a escravidão, a prisão, a solidão, a saudade, talvez tenha sido o choro de dor ao encaixar a última peça de um quebra-cabeça e entender tudo o que Deus estava fazendo.

Nem sempre você entenderá tudo em meio às grandes dificuldades. É bom lembrar, que Deus está agindo, Ele não falha e está cuidando da nossa história.

 

  1. A importância de honrar os pais. V. 9 – 10

A obediência, a honestidade, o caráter e o comportamento são formas de honrar nossos pais – na velhice, também é importante cuidar de nossos pais.

 

  1. A Importância de dar oportunidade para que os filhos honrem vocês. 28

Isso mesmo, esta palavra é específica aos idosos, com os filhos criados. Deem oportunidade para seus filhos, honrar vocês – servindo e cuidando. Deixem seus filhos obedecerem a Palavra de Deus.

 

  1. Tenha um coração perdoador. 4 – 5 e 15.

José tratou do assunto. Quando se trata de perdão, nós temos que tratar do assunto – sem briga – sem luta, como adultos maduros, o assunto precisa ser tratado! Depois beijou os irmãos e se reconciliou com eles.  

 

CONCLUSÃO

A família é um bem tão precioso – sementes foram lançadas nas vidas de muitas crianças neste retiro. Pais, ajudem estas sementes crescerem na vida de seus filhos.

A família é um bem tão precioso, precisamos lutar por nossas famílias.

No sábado aconteceu o Encontro de Casais. Muitos casais faltaram. Questão gosto; falta de tempo; desinformação, mas o que incomoda é fato de saber que existem casais que não participam porque não estão bem! Aí, deixam de dar oportunidade ao Espírito Santo agir no seu lar.

A família é tão importante que Deus a compara com a Igreja.

Uma das formas que tratamos a Deus é de Pai – termo familiar.

Portanto, não tenho dúvidas que Deus quer tratar com a família, Ele quer escrever na nossa história e nos convida a escrever a história de nossas famílias com Ele.

About Marcos Vinicius de Souza

Além disso, verifique

Jardim das Oliveiras, lugar de lidar com as nossas motivações

Celulas – Jardim das Oliveiras lugar de lidar com as nossas motivacoes (Arquivo) Jadson A.R. da ...