domingo , 17 dezembro 2017
Home » Mídias » Esboço » Esboço para as Células: A INTERCESSÃO DA CRUZ

Esboço para as Células: A INTERCESSÃO DA CRUZ

A INTERCESSÃO DA CRUZ

Lc 23.33,34

Introdução

O que passará pela mente de alguém que sabe que vai morrer de maneira cruel? Desespero, ódio, rancor, mágoa, frustração?

Jesus na cruz, ora: “Pai, perdoa-lhes porque não sabem o que fazem”.

A intercessão do Senhor  por seus algozes denota seu caráter e sua compaixão por nós.

Analisemos sua oração;

  • “PAI”

O conceito é inusitado no judaísmo. É Jesus quem vai introduzir a doutrina da paternidade de Deus.

Quando rendemos nossas vidas a Jesus, somos gerados pelo Espírito Santo e somos feitos filhos de Deus (Jo 1.12).

  • “PERDOA-LHES”

Atitude sem precedentes. Eliseu quando desafiado e humilhado pede punição aos ofensores. Elias e Micaías ao sofrerem afronta pedem justiça. Jesus pede perdão para os que o  barbarizaram. Sua atitude é surpreendente, mas coerente com sua vida. Ele, realmente, viveu o que pregou e pregou o que viveu.

  • “NÃO SABEM O QUE FAZEM”

Jesus não isenta seus acusadores nem pede perdão para eles porque o merecem, mas porque são culpados (assim como nós).  Pede perdão porque os vê como necessitados da graça e da misericórdia de Deus. Poderia acusar a todos, mas não o faz.

Quando Jesus expira, sinais acontecem (o véu do templo se rasga, trevas invadem o céu, mortos ressuscitam dos túmulos). Muitos dos que pediam sua morte voltam para casa batendo no peito reconhecendo que Ele era o Filho de Deus (a multidão, alguns sacerdotes, o centurião romano). Nicodemos e José de Arimateia deixam de ser seguidores anônimos e assumem sua fé.

CONCLUSÃO

Olhe para a cruz! Olhe para o Senhor. Não há maior amor do que este: dar a vida pelos outros. Na cruz há perdão para nós.

(Pr Jorge Henrique)

About Marcos Vinicius de Souza

Além disso, verifique

Eu Necessito da Tua Palavra

Salmos 89-96 – Esboço (Arquivo) Salmo 119.  89 – 96 – Eu Necessito da Tua Palavra  ...