terça-feira , 21 novembro 2017
Home » Mídias » Esboço » Esboço para células: Adequados para a Obra de Deus

Esboço para células: Adequados para a Obra de Deus

CBP 10/03/2013 – Esboço – Células
Pregação: Pr. Márcio Garcia
Email: mar.nil@ig.com.br

Adequados para a Obra de Deus
Marcos 1. 16 – 20

 

Introdução

“Sigam-me e eu os farei pescadores de homens”. V. 16

Jesus chamou alguns pescadores para transformá-los e capacitá-los como Pescadores de Homens.

O Senhor conhece profundamente as pessoas a quem Ele chama.

A visão de Jesus foi sobrenatural:

Ele enxergou o caráter moldável de cada um. Em João 1. 42 – Simão foi chamado de Cefas – Pedro, Rocha. Jesus visualizou um Pedro pronto, restaurado, curado, capacitado, aquele que iria liderar a Igreja. João, o filho do trovão, pouco tolerante, seria mais tarde o discípulo do amor.

Deus não vê um barro disforme, Ele vê vasos transformados e úteis para sua obra. Neste sentido precisamos nos colocar nas mãos do Senhor, confiando que Ele nos fará como quer.

Jesus não veio com uma proposta do tipo: “Vamos pescar Homens!?” Ele disse, “venham, eu os farei pescadores de homens”.

A ilustração da pescaria é boa, mas a forma de pescar homens é diferente de pescar peixes: A Isca; a Rede e os Objetivos são diferentes.

Jesus não se utiliza de iscas que enganam e matam. Ele utiliza da Palavra da Verdade: “E vocês conhecerão a verdade e a verdade os libertará”. A Palavra não produz morte, mas vida e santificação – “vocês já estão limpos pela Palavra”.

Deus quer transformar os discípulos em instrumentos para gerar vidas.

Para pescar peixes, não preciso ter um bom caráter, ser bom marido, ser integro. Para pescar homens, é importante ser moldado e adequado para a Obra de Pescaria. Jer. 18.6 Não poderei eu fazer de vós como fez este oleiro, ó casa de Israel? — diz o SENHOR; eis que, como o barro na mão do oleiro, assim sois vós na minha mão, ó casa de Israel.

Experimente ler o Livro de Marcos tomando como ponto de partida texto: “Sigam-me, e eu os farei pescadores de homens”. V. 16. O que os discípulos tiveram que aprender? O que os discípulos tiveram que mudar? Quais foram os ajustes que eles tiveram que fazer para que Jesus os transformasse em pescadores de Homens?

Em primeiro lugar os discípulos precisaram enxergar a autoridade de Jesus.

Autoridade no Ensino. Mc. 1.22

Autoridade sobre os espíritos imundos. Mc. 1.27 e 34.

Autoridade sobre a natureza (o mar e os fortes ventos). 4. 35 – 41. Jesus acalmou a Tempestade.

Autoridade sobre as doenças e sobre a morte. O capítulo 5 descreve sua autoridade sobre os demônios, sobre a mulher que passou 12 anos de sua vida com uma hemorragia. Mais adiante, Jesus entrou na casa de Jairo e ressuscitou a menina Talita.

Dia a dia, o Senhor foi revelando sua autoridade aos discípulos, até o momento que Pedro, inspirado pelo Espírito Santo, afirmou: “Tu és o Cristo”. 8.29.

Precisamos entender que a pescaria de homens está sujeita a autoridade de Jesus.

Para ser pescador de homens é preciso deixar que Ele mova os nossos pescoços. 1. 35 – 39.

Jesus se retirou para orar. Ao ser encontrado, Jesus “move os pescoços” de seus discípulos – “vamos para outros lugares, para que também lá eu pregue. Foi para isso que eu vim”.1. 38.

Precisamos deixar que o Senhor mova os nossos pescoços. Por vezes nossos olhos estão sempre no mesmo lugar, nas mesmas pessoas e até mesmo nos nossos umbigos – olhamos para nós mesmos, mas não olhamos para o que o Senhor está indicando.

Se Jesus ficasse naquela cidade, certamente seria formada uma grande igreja, mas o evangelho ficaria por ali.

Em que direção está o seu pescoço? Em que direção está o pescoço da Igreja?

Cuidado com a Incredulidade. 8.15 e 16.14

A incredulidade dos religiosos e dos discípulos foi e é um grande obstáculo para o cristianismo.

Jesus ensinou a importância de Servir e não de ser servido. 10. 42 – 44.

Um princípio importante na vida do discipulado é o serviço. “O Filho do homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate de muitos”. Mc. 10. 45.

Jesus confiou a responsabilidade de pregar o evangelho aos seus discípulos. 16.15-16.

CONCLUSÃO

Jesus quer nos fazer pescadores de homens, mas o seu povo precisa ser adequado aos moldes da vontade de Deus em sua vida.

About Victor Miranda

Além disso, verifique

CELEBRANDO A REFORMA – OS CINCO SOLAS

culto 22-10 JH – Reforma – Esboco CELEBRANDO A REFORMA – OS CINCO SOLAS (1ª ...