quinta-feira , 22 Fevereiro 2018
Home » Mídias » Esboço » Esboço para Células – AS RESPONSABILIDADES DO CRISTÃO

Esboço para Células – AS RESPONSABILIDADES DO CRISTÃO

Culto 14-02

Esboco – 14.2 (arquivo)

AS RESPONSABILIDADES DO CRISTÃO

1 Pe 1.13-22

Introdução156539

Pedro escreveu sua carta num ambiente de total hostilidade e perseguição aos cristãos. Mesmo diante da difamação e calúnia, não os bajula, mas os incentiva a permanecerem firmes. Eram vocacionados por Deus e dele desfrutavam bênçãos, mas tinham responsabilidades e obrigações.

‘Cingir o lombo’ significa que deveriam ter o bom senso de fazerem o que era certo.

Há dois extremos perigosos no cristianismo que devem ser evitados:

  • Pensar apenas no céu esquecendo que ainda estamos neste mundo e que nele temos uma missão;
  • Apegar-se às coisas deste mundo esquecendo que estamos aqui de passagem pois somos cidadãos de outra Pátria (Fp 4.20).

‘Se sóbrios’ significa que devemos evitar viver sob os efeitos das coisas terrenas (os maus desejos da velha natureza). ‘No mundo, mas não do mundo’.

Há três obrigações para o filho de Deus:

  1. SANTIDADE

Se olharmos para a vida do irmão poderemos achar que o nosso padrão de santidade está bom, mas se olharmos para Cristo entenderemos que estamos longe. Ele é o nosso padrão! “Sede santos…”

Santidade é termo incompreendido. Uns acham que é experiência de momento, outros pensam que é preciso enclausurar-se e outros que ela é conquistada por uma vida legalista.

Santidade é obediência a Deus. Engloba:

  1. Aspecto negativo (v.14) “Não vos amoldeis às paixões que tínheis anteriormente bna vossa ignorância”. O pecado deve ser abandonado;
  2. Aspecto positivo: praticar a retidão e a jsutiça. Gl 5.22 é boa ilustração da santificação.

 

  1. TEMOR A DEUS

Temor tem o sentido de reverenciar e considerar a Deus, respeitar profundamente. Não tem a ver com medo. Porquanto ama o Senhor, o cristão teme ofender a santidade de Deus.

Podemos ser limpos de nossa impureza se formos obedientes ao Senhor.

Quando pecarmos, para voltarmos à comunhão co Deus, devemos arrepender-nos, confessar nosso pecado e abandoná-lo. (1 Jo 1.9,10)

  1. AMOR (V. 22)

Esta terceira obrigação decorre das anteriores. A santidade e o temor a Deus devem gerar amor. A santidade deve ser expressada num contexto social, não num confinamento.

O amor é a marca distintiva do cristão, sinal da nova vida em Cristo (1 Jo 3.9,10).

Que o amor seja sem fingimentos, não de palavras, mas de prática. Por isso, estejamos alertas com a mania humana de divisões, facções, partidarismos, etc. O mundo jamais crerá se nossas palavras não forem provadas por nossas ações. Somos luz do mundo, sal da terra, embaixadores do Rei…

CONCLUSÃO

O mundo odiava e perseguia os cristãos, mas ao olhá-los tinha de dizer: “Vede como eles se amam…” O que dirão de nós?

Julga-se a fábrica pelo produto. Que produto somos nós? Que frutos temos a apresentar? As mãos que deus tem são as nossas, a voz de Deus na Terra é a nossa…

About Marcos Vinicius de Souza

Além disso, verifique

Ajuste de Foco

Esboço – Ajuste de Foco – Células (Arquivo) AJUSTE DE FOCO  Instruções aos líderes: O Estudo ...