terça-feira , 21 novembro 2017
Home » Notícias » Imprevistos não impedem Encontro abençoado

Imprevistos não impedem Encontro abençoado

 

Momento de adoração

Nem a chuva, nem a dengue, nem qualquer outro imprevisto. Nada foi capaz de impedir que o 22º Encontro com Deus fosse especial na vida da igreja. Ao todo, 33 pessoas participaram do retiro, sendo 21 mulheres e 12 homens.

Para servir, mais de 70 irmãos foram escalados para atuar no evento, além de todos os outros que formaram um verdadeiro exército de intercessores. O encerramento aconteceu em alto estilo, no culto de celebração, na CBP.

Uma ótima oportunidade para a igreja poder se alegrar com as experiências que Deus vem realizando, além de ouvir atentamente os testemunhos dos encontristas (pessoas que são ministradas no Encontro).

Apesar da chuva que caiu durante todo o domingo, alguns visitantes fizeram questão de comparecer para prestigiar os familiares e amigos que estavam voltando do evento, que teve início na sexta-feira à noite.

“Ainda estou me recuperando de algumas cirurgias que passei no final de semana. Estou no meu pós-operatório, assimilando algumas coisas e sob efeito de anestesia”, comparou Jiane Gomes, da IB Vila Nova Mariana, ao relatar o que o Encontro representou para sua vida.

Ela, que é esposa do Pr. André Gomes (um antigo amigo da igreja), garantiu levar na bagagem uma série de lições. “Cada palestra, cada ministração, cada momento me ensinaram muito. O carinho e o cuidado de todos também foi importante. Vou levar para a minha igreja muitas lições que aprendi com vocês”, completou.

Convertido há apenas 4 meses, Cristhofer Moscatielo ainda se mostrava perplexo com o agir de Deus nos dias de Encontro. Em seu testemunho, ele relatou as dificuldades que teve para estar presente no evento. “Só consegui dar a resposta definitiva na sexta-feira à tarde. E foi Deus que preparou tudo”.

Ele ainda destacou o papel importante desempenhado por Fernando Virgínio, líder de sua célula. “Ele me encorajou o tempo todo. E eu só tenho que agradecer. Era o que eu precisava. Valeu muito à pena”, justificou.

Essa edição do Encontro com Deus contou ainda com uma particularidade: nove dos encontristas já haviam sido ministrados em outras ocasiões. Mas, nem por isso deixaram de ser impactados. Tanto que Lilian Andrade foi uma das “corajosas” a pegar o microfone na mão e testemunhar o que Deus fez em sua vida diante de toda a igreja.

“Foi difícil, eu pensei em desistir. Eu sabia que tinha muita coisa para ouvir e eu não sabia se estava disposta a fazer isso. Mas o agir do Senhor foi muito grande e o Seu amor é ainda maior. Mesmo sabendo de tudo o que ia acontecer, eu fui abençoada e saio daqui restaurada. Não me sinto mais vivendo de aparência”, disse.

Eduardo Muniz Caldeira, o Dudu, é líder de célula, já serviu em vários Encontros, fez parte do terceiro grupo que foi ser ministrado em Piracicaba, pela IB Vida Nova. Mesmo assim, entendeu que Deus queria trabalhar em algumas questões da sua vida.

“No meu primeiro Encontro eu não aproveitei nada. E eu sempre alimentei esse sonho de participar de novo. O tempo foi passando e nunca dava certo. Até que chegou o momento”, relatou. E, apesar de ter participado de várias das 22 edições do evento realizado na CBP, afirmou ter sido surpreendido por Deus.

“Desde o primeiro momento, ainda na sexta-feira, eu entendi que estava ali porque Deus queria falar comigo. Chorei tanto nesses dias que achei que não tinha mais lágrimas. E o pior é que sempre tinha”, contou, em um testemunho bem-humorado.

Pós-Encontro
E engana-se quem pensa que o 22º Encontro com Deus já chegou ao fim. No próximo domingo, às 9 horas, todos os participantes do evento (tanto os monitores quanto os encontristas) são convocados a participar do Pós-Encontro, na própria CBP.

Trata-se do encerramento da programação, sendo assim uma ótima oportunidade da igreja ouvir novos testemunhos sobre o que Deus realizou nesse período, além de reforçar muitos dos conceitos que foram passados nos dias de retiro.

O convite se estende aos que foram nas edições anteriores e, por algum motivo, não puderam fazer o pós. Vale lembrar que esse é um requisito indispensável para os que desejam servir nos próximos Encontros.

 

About Victor Miranda

Além disso, verifique

Por que consolidar?

Quando olhamos a conversão das pessoas à luz da palavra de Deus, logo percebemos que ...