terça-feira , 21 novembro 2017
Home » Igreja » Missionária Ondina está de volta do RS

Missionária Ondina está de volta do RS

Dani e OndinaOs gritos de “glória a Deus” voltaram a ser entoados no salão de cultos da Comunidade Batista da Paz. Após mais de uma década desenvolvendo um trabalho em São Leopoldo (RS), a missionária Ondina Estevam de Paula está de volta, junto com a sua filha Silmar Daniela de Paula, a Dani.

O retorno oficial aconteceu no culto de ontem. Muitos abraços, sorrisos e troca de palavras de bênção deram o tom do reencontro de Ondina, que trabalhou na CBP por quase 10 anos, e a igreja. Já a sua filha, Dani, foi seminarista da igreja no final dos anos 1990, no Seminário e Instituto Bíblico Betânia, em Altônia (PR).

Aos que não conheciam a missionária, a noite de ontem já foi um prenúncio interessante do que poderão esperar. Convidada pelo pastor Reinaldo de Sena a interceder pelos enfermos, Ondina conduziu um período fervoroso, mostrando uma de suas principais características: é uma guerreira de oração.

O trabalho de maior destaque de Ondina foi como missionária no Sá Catarina de Moraes, onde morou, visitou, pregou e plantou muitas sementes que hoje já frutificam. Há pelo menos 30 membros atuais da igreja que são frutos direto desse trabalho. Isso sem contar as gerações que se sucederam dessa primeira leva de convertidos.

Sua tradicional frase “o Sá Catarina florescerá para Jesus” ainda ecoa como um desafio. Hoje o núcleo conta com quatro células que, somadas, têm mais de 50 pessoas ouvindo e falando do amor de Deus semanalmente. Fora os que saíram  de lá para comandar grupos em outros bairros.

O retorno
As duas retornam após um longo período esperando por um direcionamento do Senhor. O pastor Jorge Henrique Miranda e sua esposa, Marli, resolveram abençoar a família cedendo uma pequena casa, bastante danificada, nos fundos de sua residência.

O construtor José Milton Januário, por sua vez, doou toda a mão de obra para que o imóvel fosse completamente restaurado. Em novembro, alguns irmãos se uniram e realizaram uma Noite Italiana em prol da reforma. Já Paulo Henrique de Souza se ofereceu para fazer a parte elétrica da casa da missionária.

No último final de semana, um grupo de mais de 15 homens da igreja trabalharam dia e noite para fazer os últimos ajustes para a mudança. “São esses homens que Deus prometeu que iriam abençoar nossas vidas”, disse a missionária, emocionada ao ver a mobilização.

Vale ressaltar que no tempo em que esteve no Sul, Ondina e Dani receberam e cuidaram com muito carinho de muitos irmãos, que faziam questão de vê-las para matar a saudade e trocar experiências. Por tudo isso e muito mais, fica a gratidão da CBP por ter a família de volta. Sejam muito bem-vindas!

About Victor Miranda

Além disso, verifique

Cristo, a verdadeira paz

  “Deixo-lhes a paz; a minha paz lhes dou. Não a dou como o mundo ...