quinta-feira , 23 novembro 2017
Home » Igreja » Mulheres são desafiadas a vencer as “pequenas raposinhas”

Mulheres são desafiadas a vencer as “pequenas raposinhas”

raposinha

A mulher que sonha em casar imagina-se linda naquele que costuma considerar o dia mais importante de sua vida. Geralmente, faz questão de cuidar de todos os detalhes para que nada fuja do seu controle. Falhas não passam por sua cabeça. E, durante toda a etapa que antecede a cerimônia, há um cuidado meticuloso com a preparação do mesmo dia.

A igreja, como noiva de Cristo, deve ter um cuidado semelhante. Enquanto espera o seu noivo, precisa vigiar nas pequenas coisas, acertar o que está errado e viver em uma intensa preparação para o dia mais importante, o do encontro com o seu Senhor.

Partindo dessa ilustração, dezenas de mulheres puderem entender um pouco melhor sobre a posição de pureza e santidade que devem ter como parte da igreja. A mensagem foi passada na primeira reunião mensal de mulheres, realizada na noite da última terça-feira, na CBP.

“Emocionante”, “marcante” e “edificante” foram algumas das palavras usadas por aquelas que participaram para definir a programação. Após um momento de louvor, Wanessa Silva preparou a plateia para a mensagem central. Ela contou com a ajuda de uma ilustração. Taciane Lima foi vestida de noiva, simbolizou o preparo da igreja para o encontro com o seu noivo.

Se a metáfora parece bonita e empolgante, a fase de preparativos para esse momento não é assim, tão agradável. Foi aí que, em seguida, Marli Miranda ministrou uma palavra de desafio a mudanças. A abordagem citou pequenas coisas que podem impedir a noiva de estar preparada para o encontro com o seu noivo.

Raposinhas
A palavra central foi baseada em Cantares 2:15: “Apanhai-nos as raposas, as raposinhas, que fazem mal às vinhas, porque as nossas vinhas estão em flor”. Foram apresentadas como raposinhas a serem vencidas a inveja, a murmuração, a fofoca, a mentira, o orgulho e a ira.

O desafio foi compreendido. Cada uma pôde identificar as suas “raposinhas” e se comprometeu a lutar contra esses pontos de fraqueza.

“Foi com certeza a primeira de muitas reuniões. Que nós estejamos nos preparando para encontrarmos com o Senhor que estejamos atentas e decididas a não nos conformar com as ‘pequenas coisas’.  As pequenas atitudes que, muitas vezes, podem ser grandes obstáculos para uma vida de santidade”, comentou Silvana Sales da Silva.

Os comentários ao final da reunião davam conta que o objetivo do encontro foi alcançado. Afinal, o tom dos comentários das participantes era de reflexão. “O Senhor falou imensamente comigo. No momento, estou tentando me tornar a noiva sem mancha nenhuma”, comentou Cleide Miranda.

O discurso de Camila Moraes foi na mesma direção. “Estou em busca de ser essa noiva limpinha que o Senhor deseja. Faz parte do processo do Senhor em quando dizemos “eis-me aqui”. Esse “eis-me aqui” também envolve o tratamento de expulsar as raposinhas de perto de nós”, comentou.

Àquelas que não puderam participar, uma boa notícia: essas reuniões das mulheres serão mensais, sempre nas últimas terças-feiras. Em junho, porém, haverá uma exceção, já que a última semana do mês ficará marcada pela celebração do aniversário da igreja.

About Victor Miranda

Além disso, verifique

Cristo, a verdadeira paz

  “Deixo-lhes a paz; a minha paz lhes dou. Não a dou como o mundo ...