domingo , 17 dezembro 2017
Home » Igreja » Os fundamentos do casamento

Os fundamentos do casamento

SEMANA-1-OS-FUNDAMENTOS-DO-CASAMENTO – célulasfamilia

COMUNIDADE BATISTA DA PAZ

 40 dias de Jejum e Oração – A Família Inabalável – Conhecendo os propósitos de Deus para a família.

SEMANA 1 – OS FUNDAMENTOS DO CASAMENTO – 16/08/2015 – mar.nil@ig.com.br

 

Por essa razão, o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher, e eles se tornarão uma só carne (Gênesis 2.24).

 

Este é o fundamento estabelecido por Deus desde a criação, desde Adão e Eva, reiterado por Jesus e reforçado pelo Apóstolo Paulo reforçou. Mateus 19.5 e Efésios 5.31.

Aqui estão os três princípios importantes para o casamento:

I – O homem deixará pai e mãe.  II – Se unirá a sua mulher.  III – Eles se tornarão uma só carne.

I – O primeiro princípio importante para o casamento é o casal deixar pai e mãe.

Este principio tem duas partes essenciais: A separação e o respeito.

  1. Separação – Homem e mulher devem deixar a casa dos pais.
  • Deixar a dependência Emocional – as decisões estarão ligadas ao casal e não aos pais. Espera-se que a decisão do casal seja submetida a Deus. Pv. 16.1.
  • Independência Financeira – Deixar pai e mãe implica em assumir a independência financeira. Assumir as finanças e a responsabilidade com o sustento do dia-a-dia.

Os Jovens especialmente os homens, antes e durante o namoro, devem se preparar para serem-os provedores no casamento.

  • Independência do Espaço Físico – O casal precisa ter o seu espaço físico, de preferência, fora da propriedade dos seus pais. Os casais que estão nesta situação, não fiquem envergonhados. Façam projetos e se esforcem para ter o próprio espaço.
  1. O deixar a casa paterna requer o Respeito dos pais.

Os recém-casados devem ter liberdade de planejar, organizar e viver como marido e mulher. Alguns pais atropelam os princípios bíblicos e interferem na vida do casal. Com muito cuidado, ss pais têm a liberdade de aconselhar, mas devem deixar a decisão com o casal.

II – O 2º princípio importante para o casamento é “Se unirá à sua mulher”.

Aqui se refere a união sexual.

É importante respeitar o tempo de Deus, estar sob as bênçãos dos pais e da igreja.  Dentro do casamento o relacionamento sexual é legítimo aos olhos de Deus.

A Bíblia fala de diversos pecados sexuais – a imoralidade sexual ligada à idolatria; a fornicação – prática do sexo fora do casamento e adultério para a prática entre pessoas casadas.

Deus tem dois propósitos para a intimidade sexual entre um homem e uma mulher casados:

  1. O relacionamento sexual é a demonstração física de que os dois se amam e são parte um do outro. Hebreus 13.4.
  2. Procriação – A gravidez é bênção de Deus. Salmo 127.3. Deus é Sábio e Bom. Ele utiliza o relacionamento sexual como instrumento de expressão de amor, prazer e procriação.

E os filhos que nasceram como resultado de uma união sexual fora do casamento. Eles também são bênção de Deus?

Sim, eles são bênçãos de Deus. A responsabilidade do pecado fora do casamento pertence ao casal e não a criança. No entanto o casal e a criança sofrem as dificuldades.

Jovens, cuidado!!!! Não estou falando do uso de preservativos – vulgo camisinha – estou falando de vocês se preservarem e esperarem o casamento para a união sexual.

Se algum casal de namorados está vivendo um relacionamento íntimo, abandone o pecado, confesse ao Senhor e conte com amor e perdão de Deus. I João 1.9.

III – O 3º princípio importante: o casamento é indissolúvel – Eles se tornarão uma só carne.

O casamento é um compromisso sério e para a toda a vida. “O que Deus uniu, ninguém o separe” Mc. 10. 9. Na união sexual, os dois formam uma só carne e ninguém poderá separá-los. Ex.: duas folhas de papel coladas uma na outra. Mesmo com cuidado ao descolá-las, não mais serão as mesmas. 

É importante deixar pai e mãe, unir-se à sua mulher e tornar-se uma só carne. Espera-se que um casal se ame quando se decidem pelo casamento. É muito provável que o desejo do divórcio aconteça porque em algum momento o amor se esfriou.

O divórcio é a decisão de corações endurecidos. Se você está à beira do divórcio, peça a Deus que sonde o seu coração e o faça ver o que está endurecendo.

A sociedade aceita naturalmente a prática do divórcio. Muitos se casam sem compromisso, se houver qualquer dificuldade, simplesmente quebram a palavra e praticam o divórcio.

Jesus não incentiva o divórcio e sim, o casamento que vai até o fim e até as últimas consequências. (Você conhece algum exemplo de casamento restaurado por Deus, conte à célula).

  1. CONCLUSÃO

Fundamento = Base ou Alicerce. Depois que o alicerce é lançado (cimento, areia, ferro e pedra), os tijolos são assentados, até que todos formem uma casa.

Deixar pai e mãe, unir-se à sua mulher e tornarem-se uma só carne, é o alicerce do casamento. Creiam na Palavra de Deus, é assim que um casamento deve começar.

A família que Deus instituiu é formada pelo marido, mulher e depois os filhos. Sabemos que esta não é a realidade de muitas famílias.

João 4 conta a história da mulher samaritana, ela teve 5 maridos e vivia com outro homem. Jesus agiu naquela vida, a partir da realidade que ela estava.  Jesus quer agir na história da sua família, seja qual for a situação, ele pode transformar tudo, da água para o vinho.

Talvez os fundamentos da sua família não foram lançados dentro dos padrões de Deus e por conta disso apresenta alguns desníveis.

Certamente, a tarefa de nivelar sua família dará muito trabalho, mas é a sua família! Resolver os problemas é horrível – “é melhor um final horroroso do que um horror sem fim”.

Deus quer restaurar famílias. Deus quer jovens fazendo boas escolhas dentro dos padrões de Deus.

Vamos orar pelas famílias aqui representadas. Orar pelos viúvos e viúvas; mulheres e homens solteiros; pelos namorados iniciantes e pelos namorados que estão perto do casamento.

About Victor Miranda

Além disso, verifique

Eu Necessito da Tua Palavra

Salmos 89-96 – Esboço (Arquivo) Salmo 119.  89 – 96 – Eu Necessito da Tua Palavra  ...