domingo , 17 dezembro 2017
Home » Mídias » Esboço » palavra e Oração – Instrumento de Interação

palavra e Oração – Instrumento de Interação

Audio Culto 13.03.16

25 – 32 – esboço para células (Arquivo)

SALMO 119. 25 – 32 – Palavra e Oração Instrumentos de Interação

INTRODUÇÃO

Este bloco é um bom modelo de oração.  O salmista expõe a sua alma diante de Deus, fala sobre os seus pecados e sentimentos. Ele tem a certeza que Deus ouve, vê, cuida, controla e interage conosco.

É um bom exemplo de interação com Deus através da Oração e da Sua Palavra. Vejamos:01

  1. A IMPORTÂNCIA DE ABRIR O CORAÇÃO DIANTE DE DEUS.

A primeira lição é a importância de abrir o coração diante de Deus. Abrir o coração é expor com temor o nosso íntimo diante de Deus.

1.1  Abra o Coração Diante de Deus para Confessar Pecados

Os versos 25 e 26 demonstram a contrição do salmista em relação aos seus caminhos. Quando abrimos o coração diante de Deus, é inevitável a confissão de pecados.

O pecado é um instrumento perigoso que nos separa da Comunhão com Deus. Veja como a Bíblia fala com seriedade sobre o pecado:

No meu íntimo reconheço as minhas transgressões, e trago sempre presente o horror do meu pecado. Pequei contra ti… pratiquei o mal que tanto reprovas. Portanto, justa é a tua sentença, e incontestável, ao julgar-me condenado. “Sei que tu queres estabelecer a verdade no meu interior … purifica-me, lava-me e ficarei mais branco que a neve”. Sl. 51. 3 – 7.

Precisamos reconsiderar a gravidade do pecado. “Onde aumentou o pecado, transbordou a graça. Continuaremos pecando para que a graça aumente? De maneira nenhuma! Nós os que morremos para o pecado como podemos continuar vivendo nele? Assim como Cristo foi ressuscitado dos mortos mediante a glória do Pai, também nós, vivamos em novidade de vida – uma vida nova”.  Rm. 5.21 e 6. 1 – 4.

Chore os pecados, reconheça o quanto a prática do erro entristece a Deus e detona vidas.

Dois tipos de pecado:

  • Pecado Acidental – Involuntário, eu não planejei. Isso não tira de nós a responsabilidade.
  • Pecado Deliberado – Algo que está decidido, eu sei o que estou fazendo. O pecado deliberado resalta a dureza de coração.

Você está vivendo em pecado? Entre no teu quarto, feche a porta e em secreto, seja transparente, abra o teu coração, “exponha os teus caminhos ao Senhor”. “Deus se opõe aos orgulhosos, mas concede graça aos humildes”. Tg. 3.6. Veja  Salmo 51.17.

1.2  Abra o Coração e exponha as sua alma diante do Senhor

No v. 28, o salmista compartilha a tristeza de sua alma. Ele não tem o desejo de continuar abatido e por isso pede pra que o Senhor o reerga e o fortaleça do seu abatimento.

A tristeza não é pecado. Pecado é deixar que a tristeza domine o nosso coração – Paulo exortou: “Alegre-se no Senhor. Encaminhe todas as ansiedades a Deus, através da oração. Assim, a paz que ultrapassa o entendimento, guardará o seu coração. Depois de deixar tudo no altar de Deus através da oração, esforce-se por um ambiente favorável em sua mente – tudo o que for verdadeiro, tudo o que for honesto, tudo o que for justo, tudo o que for puro, tudo o que for amável, se houver algo de excelente ou digno de louvor, nisso pensai”. Filipenses 4. 4 – 8.

Exponha o seu coração e desenvolva a disposição de alegrar-se no Senhor. Neemias exortou ao povo: “A Alegria do Senhor é a nossa força”.

Confesse a tristeza e abra-se para o fortalecimento do Senhor.

1.3  Abra o Coração e Exponha as crises, dúvidas e medos diante de Deus V. 27

Existem situações que exigem discernimento. Abra o coração e peça sabedoria ao Senhor.

O que fez Gideão para ter certeza sobre a vontade de Deus? Juizes 6. 33 – 40. (Deixe que a célula participe).

Abra o seu coração diante de Deus, se for o caso, fale em secreto e peça pra que Ele dê evidências e discernimento do caminho a ser trilhado.

  1. A INTERAÇÃO COM DEUS ATRAVÉS DA ORAÇÃO E DA PALAVRA PROVOCA O DESEJO DE APRENDER. V. 27
  2. 27 é uma oração de um Estudante com suas características:
  3. Ele sabe que não sabe – reconhece a sua ignorância ou limitação sobre o assunto.
  4. Ele deseja aprender;
  5. Ele aplica-se ao aprendizado.

Que o Senhor nos dê corações de estudantes. Corações inclinados ao aprendizado – corações dispostos a mudar ao recebermos o ensino. “Só há aprendizado, quando há mudança de atitude”.

  1. A INTERAÇÃO COM DEUS E A SUA PALAVRA NOS LEVA A DECISÃO

Depois de Abrir o coração, Expor os seus caminhos e Desejar aprender, o salmista apresenta um tom de decisão:

  • Escolhi o Caminho da Fidelidade; decidi seguir as tuas ordenanças. (NVI). V. 30.
  • Apego-me aos teus testemunhos; não permitas que eu fique decepcionado. (NVI). V. 31
  • Eu me apresso em obedecer aos teus mandamentos, assim tu me darás mais entendimento. (NTLH). V. 32.

A submissão e a obediência são voluntárias.

CONCLUSÃO

A Oração e a Palavra de Deus são duas ferramentas de comunicação, elas devem andar juntas.

Quando oramos, falamos com Deus e Ele fala conosco. Quando nos envolvemos com a Palavra de Deus – Deus fala conosco e nós interagimos com Ele.

Quero encorajá-lo a interagir com Deus. (Leia Gn. 17.1).

O Bloco de hoje é um exemplo de oração – contrição, transparência diante de Deus, disposição de aprendizado e decisão de andar nos trilhos da Palavra de Deus.

Você quer dar passos na tua vida? Faça da Palavra de Deus e da Oração como dois rios que se encontram e somam as suas águas em um mesmo leito.

About Marcos Vinicius de Souza

Além disso, verifique

Eu Necessito da Tua Palavra

Salmos 89-96 – Esboço (Arquivo) Salmo 119.  89 – 96 – Eu Necessito da Tua Palavra  ...