quinta-feira , 23 novembro 2017
Home » Colegiado » Artigo – Sabedoria nas Pequenas Coisas

Artigo – Sabedoria nas Pequenas Coisas

Pr. Márcio Garcia


Provérbios 30.24-28Pr. Márcio Garcia

No mundo há quatro animais que são pequenos, mas muito espertos: as formigas, que são fracas, mas ajuntam a sua comida no verão. Os coelhos selvagens, que também não são fortes, mas fazem as suas casas nas pedras. Os gafanhotos, que não têm rei, mas avançam em bandos. As lagartixas, que qualquer um pode pegar com a mão, mas podem ser encontradas até nos palácios.

 

Pouco se sabe sobre AGUR. Era filho de um tal de Jaque. Não se sabe onde viveu, mas certamente, um conhecedor de Deus.

Suas conclusões sobre si e sobre Deus estão descritas no v. 2, 5.

Agur, olhou para o mundo, viu a pobreza e riqueza; as pessoas, os animais e aprendeu com o que viu.

Agur encontrou sabedoria em quatro pequenos seres – insetos, bichos ou animais.

1. O primeiro a ser destacado a é a formiga.

As formigas não têm força, mas descobriram que se juntarem as forças, poderão levantar algo muito pesado.

Formigas têm visão de futuro. O inverno taí, precisamos juntar alimentos para esta época. VISÃO.

Formigas têm Disposição. Pv. 6.6-11.

2. O segundo SÃO OS ARGANAZES – Coelhos selvagens – uma espécie de roedor ou “Texugo das Rochas” – Eles habitam em lugares altos e rochosos, assim, podem se esconder de seus predadores naturais, como as aves de rapina.

Estes roedores habitam nos lugares rochosos porque admitem suas fraquezas e não tem dificuldade de depender da Rocha.

Somos seres pequenos, mas por vezes, relutamos em nos abrigarmos na Rocha da nossa Salvação.

Salmos 61:2 No meu desespero, longe do meu lar, eu te chamo pedindo ajuda. Põe-me em segurança numa rocha bem alta.

Salmos 18:46 Vive o SENHOR, e bendita seja a minha rocha! Exaltado seja o Deus da minha salvação.

3. Os gafanhotos que avançam como as fileiras de um exército, mas não tem um comandante.

Ef. 5.21 Sejam obedientes uns aos outros, pelo respeito que têm por Cristo.

 

4. O pequeno Geco – Lagartixa

Pequena e ousada, pode ser vista numa cabana ou num palácio. Não se rende aos bloqueios da pobreza ou riqueza; das grandes ou inexpressivas personalidades.

O bichinho nos lembra a ousadia dos apóstolos e a capacidade de comunicação da Igreja que foi dispersada por força da perseguição desencadeada com a morte de Estevão, mas a mão do Senhor estava com a simplicidade daquele povo. At. 11. 19 – 22.

 

Termino com uma oração. Senhor:

1. Dá-nos a sabedoria da formiga, para viver e fazer a obra de Deus com União.

2. Dá-nos a sabedoria dos roedores para habitarmos na rocha.

3. Dá-nos a sabedoria dos gafanhotos para perseguirmos os mesmos objetivos.

4. Dá-nos a sabedoria da lagartixa para furar os grandes bloqueios.

About Victor Miranda

Além disso, verifique

Aprofundando o Discipulado

Então, é imprescindível que aprendamos a aprofundar o nível do discipulado entre nós e nossos ...